sábado, 14 de fevereiro de 2009

Considerações sobre a vida

A vida é um sonho no qual de repente a gente acorda e percebe que o sonho acabou.
É claro que às vezes os mesmos têm características de pesadelos, um sonho ruim que a gente se esforça para acordar, mas na maioria das vezes os sonhos são aconchegantes e nos trazem boas lembranças ou desejos insatisfeitos e ou frustrações. Revendo a vida, passa um filme em nossa cabeça: com drama, comédia, sorrisos e lágrimas se entremeiam, formando o enredo do filme, que só termina com a nossa morte. Pessoas notáveis, artistas tem mesmo sua vida reproduzida em filmes e ou livros com as passagens mais importantes. Não podemos compreendê-la totalmente, jamais. Já se disse que o melhor é aproveitá-la em tudo o que ela tem de sabor, de sonho, de alegria, de aventura. Na juventude aproveitamos melhor a vida porque não estamos presos a coisas mesquinhas, tais como dinheiro, posição social, status, etc. Já que os jovens vivem o presente e não perdem tempo com dias passados e nem futuros. Vive o presente em toda a sua intensidade. Soltam-se mais, libertam o espírito, a criação, a emoção, a paixão. Um velho dificilmente se apaixonará. A paixão é característica da juventude que carrega em seu coração a chama da vida. O velho vive o passado. Não mais cria, apenas conserva e vive do que passou. A arte de viver bem é sempre procurar desafios, mas sempre proporcional a nossa capacidade. Os desafios e as dificuldades nos colocam obstáculos a vencer, a serem transpostos. Muito embora nosso modo de vida brasileiro não seja elogiável em quase nenhum aspecto. Na Dinamarca, país com um dos melhores níveis de vida do mundo, em que se nasce com praticamente tudo garantido, Escola, Moradia, Universidade e Assistência Médica da melhor qualidade. Deparamos com um nível de dificuldade de vida praticamente inexistente, o que torna a vida insípida e sem desafios: com índices alarmantes de suicídios e alcoolismo. Acho que a vida deve ter um nível médio de desafios, nem o abandono brasileiro e nem a superproteção excessiva de certos países.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Luiz Antonio de Almeida itens compartilhados

Ocorreu um erro neste gadget
Loading...

Sobre eu e meu blog

Gosto de escrever, não o escrever por escrever, mas até uma necessidade intrínseca de me expressar, de transmitir algo, um pensamento, com ist0 eu possa despertar algo de bom em meus amigos. Muitas vezes mesmo é meu desejo de comunicação, já como disse uma amiga, sou tímido, então a comunicação verbal direta estaria dificultada, então a comunicação via internet mil vezes potencializada. Diga o que disserem, mas o computador aproximou as pessoas, que muitas vezes estavam distantes, e tinham poucas possiblidades de comunicação. E os "bloguistas" podem então dar asas a sua imaginação e exercitar as suas potencialidades, que terão mais ou menos leitores de acordo com suas possibilidades e capacidades. O meu blog é geral, pois trato de qualquer assunto, moderno, contemporâneo, assuntos atuais, problemas brasileiros e outros tantos.

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Franca, SP, Brazil
Um tanto solitário, introvertido, gosto de viajar,caminhadas e leituras