sábado, 23 de maio de 2009

Se Freud explica, imagina então Jung

Vinha por caminhos brumosos, povoados de sonhos em que me via perdido em meandros tortuosos, cheio de barrancos e precipícios íngremes, que me davam pavor devido ao meu medo de locais altos. Os sonhos segundo Jung são representações imagéticas que ele denominou Imago, ou seja, são os acontecimentos de nossa infância transformados por nossa psique, são resultados de influências exteriores e influências interiores resultando em imagens mentais que depois são transformadas em nosso subconsciente que em determinadas ocasiões, ou seja nos sonhos afloram para o nosso consciente. Na realidade segundo Jung temos dois egos, o ego profundo e inconsciente que trabalha nossas experiências psíquicas a partir do nosso inconsciente e forma o que ele chamou de Imago que são nossas experiências transformadas e o nosso ego consciente que está em contacto com o exterior trabalhando as experiências de fora para dentro. É como se houvesse dois sujeitos, um cartesiano real que pertence a nossa vida consciente e um Imago resultado de nossas experiências psíquicas como se uma criança ao olhar no espelho reconhecesse pela primeira vez a sua imagem, então para a mente existem dois egos, um real que se palpa e que se sente e um imagético que tem representação no mais profundo da mente inconsciente Os níveis da psique são:consciente, subconsciente e inconsciente . Durante os sonhos são abolidos os processos de censura do Ego e do Super Ego. Na realidade os processos do Ego e do Super Ego exercem censuras na mente consciente, então muitas manifestações são abafadas, às vezes até de uma maneira inconsciente, sem que a pessoa perceba. A censura do Super Ego é por demais evidente, pois se diz que representa a figura do pai repressor, da repressão dos processos civilisatórios, da repressão religiosa, etc. Nos sonhos parte da censura é liberada. Entramos em contacto com nossa mente profunda ou seja o Imago. Repressões há muito tempo recalcadas nos porões da mente, enfim é o nosso subconsciente. Certas experiências traumáticas nos deixam psiquicamente doentes, cenas fortes de violência, por exemplo. Queiram ou não as doenças iniciam no mais profundo da mente, alterando os nossos processos mentais de pensamento, de sentir, atingem o centro da vida, ou seja a nossa libido. Traduzindo libido como gana de viver. Perde-se a gana de viver ou seja a vontade de viver sobrevém à doença mental conhecida como depressão, alteram-se os hormônios e está aberto o caminho para a doença física de natureza endócrina e destas para alterações celulares e aos cânceres. A doença inicia-se na alma e desta vai para o corpo físico. O problema é que ainda não sabemos como tratar a doença da alma. A doença física é apenas uma conseqüência. A doença mental atinge o centro do ser e não vou analisá-la aqui, cabendo esta tarefa aos especialistas. Imaginando a Mente humana como o centro de tudo, tudo é feito pelo corpo para evitar que algo a atinja, então nossa energia vital = libido= gana de viver, procura desviar os processos traumáticos quer físicos ou psíquicos para a periferia do ser em direção aos órgãos emunctórios, ou seja órgãos de eliminação: pele (transpirações, erupções), rins (através da urina), pulmões (respiração). Os médicos gregos falavam que existem em nós seres vivos e humanos em particular, uma espécie de “médicus”, ou seja ao sermos atingidos por processos traumáticos de qualquer natureza, o próprio corpo já entra com os mecanismos de defesa desviando a doença dos órgãos vitais para os órgãos emunctórios. Daí a cura da gripe através de um “suadouro”, processo antigo, mas com sua lógica. Mas os processos psíquicos, quando somos profundamente atingidos em nossos sentimentos e pensamentos, em nossa libido. Aí as coisas ficam bem mais difíceis, mas acredita-se que haja também uma espécie de eliminação da causa da doença, e uma das maneiras são através dos sonhos, acredito. Young foi um profundo estudioso dos sonhos, ele acreditava que nos sonhos estão à chave para a cura de muitas doenças de natureza psíquica. Através dos sonhos a mente vai organizando e eliminando as causas do trauma que a pessoa sofreu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Luiz Antonio de Almeida itens compartilhados

Ocorreu um erro neste gadget
Loading...

Sobre eu e meu blog

Gosto de escrever, não o escrever por escrever, mas até uma necessidade intrínseca de me expressar, de transmitir algo, um pensamento, com ist0 eu possa despertar algo de bom em meus amigos. Muitas vezes mesmo é meu desejo de comunicação, já como disse uma amiga, sou tímido, então a comunicação verbal direta estaria dificultada, então a comunicação via internet mil vezes potencializada. Diga o que disserem, mas o computador aproximou as pessoas, que muitas vezes estavam distantes, e tinham poucas possiblidades de comunicação. E os "bloguistas" podem então dar asas a sua imaginação e exercitar as suas potencialidades, que terão mais ou menos leitores de acordo com suas possibilidades e capacidades. O meu blog é geral, pois trato de qualquer assunto, moderno, contemporâneo, assuntos atuais, problemas brasileiros e outros tantos.

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Franca, SP, Brazil
Um tanto solitário, introvertido, gosto de viajar,caminhadas e leituras