terça-feira, 22 de dezembro de 2009

O destino é Deus quem dá

O progresso e o desenvolvimento humano não é uma curva ascendente e muito retilínea, processam-se às vezes em saltos outras vezes verifica-se retrocesso e estagnação. Originamos como até agora aponta os estudos na África, onde foi o nosso Éden. A partir daí espalhamos pelo mundo inicialmente para o Oriente após para países mais distantes como Índia e China. Mas exames do DNA mitocondrial apontam a África como a terra de origem do homem. Das fogueiras primordiais que serviam para nos aquecer e espantar predadores e também fazer alimentos começa também a observar o que nos cerca e principalmente o céu noturno, que na época, diga-se de passagem, devia ser muito bonito e livre de poluição. A observar as estrelas certamente perguntamos quem acendeu estas fogueiras no céu noturno? Qual a sua finalidade? Entre outras questões. Não demorou foi elaborado teorias e hipóteses, certamente muito fantásticas, pois até há pouco tempo não se sabia a composição das estrelas. Inventou-se nome para as constelações ou agrupados de estrelas: Têm a do Navio, do Castor, do Urso, do Cruzeiro, nomes também de deuses antigos: Jupter, Saturno, Cassiopéia, havia também Nebulosas a de Magalhães, a Eta Carine. Inventaram-se mapas do céu e chegou-se a Astrologia que chega a ser uma ciência. Também baseado em estudos genéticos verificou que a raça homo sapiens quase se extinguiu, chegando a ter a humanidade cerca de 2000 indivíduos espalhados pelas imensas savanas africanas. E certamente caminhávamos para a extinção quando alguém teve uma idéia salvadora, por o pé na estrada, emigrar, procurar outras terras melhores e mais férteis. Diz à história que os mares estavam muito baixas e muitas ilhas a mostra, conforme o local dava vau, ou seja, dava pé, ajudado com um pouco de nado e canoas rústicas, o homem conseguiu passar para regiões férteis e com bastante água, para o oriente médio na região que corresponde ao Iêmen de hoje. Lá progrediu bastante e se multiplicou ganhando força para posteriores emigrações para o extremo oriente, Europa, Rússia, etc., colonizando praticamente toda a terra. Além do sapiens havia outras espécies de homens, o homo erectus, o homo de Nerdenthal, este ultimo habitava a Europa que naquela época devia ser gelada eram atarracados, baixos, bastante fortes, com crânio proeminente, mas mais atrasados que o sapiens que já tinha tecnologia melhor e mais eficiente para caçar. Resultado do choque de civilizações: extinção do Neardenthal e do Erectus. Resultando na terra os nossos adões e evas, ou seja, o Homem moderno, já com características que se assemelhavam em tudo a nós. Essa foi a nossa aventura segundo os cientistas modernos. Progredimos muito, mas não esqueçamos que a evolução tem muitas possibilidades e se processa ao acaso. O futuro depende muito do que estamos fazendo hoje, e parece pelo andar da carruagem, que estamos novamente em uma encruzilhada. Os homens se tornaram extremamente egoístas e não cooperam mais, predominando a lei do mais forte e do mais esperto. A terra era imensa e a população escassa, hoje há bilhões de bocas a serem alimentadas, cuidadas e o destino do homem torna-se incerto. Temos o destino em grande parte em nossas mãos, depende de nós, este mundo ainda tem jeito. Até quando não sei, mas precisamos tomar cuidado, pois como o homem caminhava para a extinção, os mais inteligentes, os mais aptos, certamente num movimento de cooperação salvaram a humanidade. Oxalá encontrem homens desprendidos hoje que façam o mesmo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Luiz Antonio de Almeida itens compartilhados

Ocorreu um erro neste gadget
Loading...

Sobre eu e meu blog

Gosto de escrever, não o escrever por escrever, mas até uma necessidade intrínseca de me expressar, de transmitir algo, um pensamento, com ist0 eu possa despertar algo de bom em meus amigos. Muitas vezes mesmo é meu desejo de comunicação, já como disse uma amiga, sou tímido, então a comunicação verbal direta estaria dificultada, então a comunicação via internet mil vezes potencializada. Diga o que disserem, mas o computador aproximou as pessoas, que muitas vezes estavam distantes, e tinham poucas possiblidades de comunicação. E os "bloguistas" podem então dar asas a sua imaginação e exercitar as suas potencialidades, que terão mais ou menos leitores de acordo com suas possibilidades e capacidades. O meu blog é geral, pois trato de qualquer assunto, moderno, contemporâneo, assuntos atuais, problemas brasileiros e outros tantos.

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Franca, SP, Brazil
Um tanto solitário, introvertido, gosto de viajar,caminhadas e leituras