terça-feira, 14 de abril de 2009

Os pecados mortais

Sinto hoje depois de ver tanta água correr embaixo da ponte, haja água!! Que uma das coisas mais importante no homem são suas lembranças. Outro dia assisti a um filme referente ao Mal de Alzheimer, chamado “Longe dela”, a artista era a Julie Christie, e exemplificava o que era a pessoa esquecer de si e de suas lembranças, é como a morte em vida. Suas lembranças mais bonitas e mais ternas ficam no ostracismo do esquecimento, esquecer dos nomes e dos rostos dos que lhe são mais ternos, deve ser um castigo imenso, quase imensurável. Quando o homem sente desesperançado ele evoca suas lembranças mais acalentadoras, aquelas que lhe são mais caras e isso o anima a viver. E esta doença impede tudo isto. Acho que tudo que se fizer para debelar este mal em benefício do homem, ainda é pouco, tal o grau de devastação que o Mal do esquecimento acarreta. Fala-se em células tronco embrionárias, pois se for possível tal tentativa, esta deve ser tentada, a despeito de dogmas sobre o início da vida. Quando a vida se inicia? Quando ela termina? O que é a vida? Tudo ainda é uma incógnita das mais fascinantes. Claro tudo com uma certa ética e balizamentos. O que é moral hoje pode não sê-lo amanhã, dependendo das descobertas da ciência. O que não podemos aceitar são dogmas sejam ele científicos ou religiosos. A ciência boa segundo Bertrand Russell, é aquela para a felicidade e benefício da humanidade. A ciência que trabalha para a guerra é nociva e prejudicial. A ciência não devia servir a propósitos egoísticos de dominação e controle do ser humano, devia agir sempre no sentido de benefício da humanidade. Fleming inventou a penicilina que salvou milhões de seres humanos da morte certa, Jenner inventou a vacina antivariólica que erradicou a varíola da face da terra. Mal terrível que acarretava cicatrizes horrendas e ceifava milhares de vida. A ciência minora febre, mas faz explodir bombas. Certamente há no homem duas forças que se digladiam, os instintos de vida também conhecido por EROS, e os instintos de morte, conhecido por TANATOS. Eros e Tanatos se digladiam dentro do homem, então tudo que pode estimular os instintos de vida deve ser tentado. Eros é a alegria é o AMOR em tudo as suas formas, desde o Platônico, até o Kama Sutra, que é o Amor sexual Oriental. O mais impressionante é que a religião combate o Amor, não o Platônico, que existe só em termos ideais. Na prática segundo Freud, o amor deste tipo não existe, pois tudo são pulsões e desejos insatisfeitos da libido. Segundo a religião o instinto sexual é pecado a não ser para procriação e quem ainda acredita nesta falácia e o pior que ainda tem muita gente,que para satisfação do instinto sexual tem 10 filhos, só que aí comete outro pecado, pois não consegue sustentar os filhos nem lhe dar uma vida digna. Será que não seria a anticoncepção a melhor saída? O meio científico para prevenir a concepção devia ser do conhecimento de todos. A educação sexual devia ser alvo de aulas nas Escolas, mas na prática torna-se tabu e é proibida pela religião que só espalha preconceitos. A pior doença e a pior miséria é a ignorância e a falta de amor para com o próximo, que a meu ver, isto sim, devia ser pecados mortais.

Um comentário:

  1. Como sempre, foste de uma profundida singular. Parabens pelo texto. Muito elucidativo, além de, como sempre nos ensinar algo.Já havia me esquecido da minha leitura sobre TANATOS e EROS. Obrigado por me fazer ir buscar novamente o assunto.
    Jinhusssss

    ResponderExcluir

Luiz Antonio de Almeida itens compartilhados

Ocorreu um erro neste gadget
Loading...

Sobre eu e meu blog

Gosto de escrever, não o escrever por escrever, mas até uma necessidade intrínseca de me expressar, de transmitir algo, um pensamento, com ist0 eu possa despertar algo de bom em meus amigos. Muitas vezes mesmo é meu desejo de comunicação, já como disse uma amiga, sou tímido, então a comunicação verbal direta estaria dificultada, então a comunicação via internet mil vezes potencializada. Diga o que disserem, mas o computador aproximou as pessoas, que muitas vezes estavam distantes, e tinham poucas possiblidades de comunicação. E os "bloguistas" podem então dar asas a sua imaginação e exercitar as suas potencialidades, que terão mais ou menos leitores de acordo com suas possibilidades e capacidades. O meu blog é geral, pois trato de qualquer assunto, moderno, contemporâneo, assuntos atuais, problemas brasileiros e outros tantos.

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Franca, SP, Brazil
Um tanto solitário, introvertido, gosto de viajar,caminhadas e leituras