sexta-feira, 3 de abril de 2009

Era uma vez uma cachorrinha...

Era uma vez uma cachorrinha chamada Lili,
Era assim mesmo, com nome grafado em maiúscula,
Pois parecia gente, pois a tudo entendia,
Era da família a alegria.

Uma vez lindos filhotes teve ao todo em total de quatro.
Às vezes o animal sofre igual gente,
Pois a sorte a família não favoreceu,
Daí ficou eu a Lili, a cachorrinha que parecia gente,

Procurei de toda maneira protegê-la,
Mas o inverno naquele ano foi inclemente,
E uma doença logo a acometeu
E para os padecimentos meus,

Minha cachorrinha logo morreu,
Também morreu algo aqui no meu coração,
Como se diz o homem não morre de repente!
Mas aos poucos e em parte,

Aos poucos e cotidianamente, em conta-gotas,
Vai deixando pedaços do seu coração
Com seus entes que se vão,

Luiz Antonio- Poeta bissexto.

Um comentário:

  1. Não gosto muito de falar de animais. É meu tendão de Aquiles. Por ser um antidepressivo natural. É por esses seres maravilhosos que me levanto a cada dia sem o menor sacrificio. Que delícia esse povo de pêlos e patas, com olhares meigo, curiosos, assustados...
    Amo incondicionalmente essas vidas desamparadas.

    ResponderExcluir

Luiz Antonio de Almeida itens compartilhados

Ocorreu um erro neste gadget
Loading...

Sobre eu e meu blog

Gosto de escrever, não o escrever por escrever, mas até uma necessidade intrínseca de me expressar, de transmitir algo, um pensamento, com ist0 eu possa despertar algo de bom em meus amigos. Muitas vezes mesmo é meu desejo de comunicação, já como disse uma amiga, sou tímido, então a comunicação verbal direta estaria dificultada, então a comunicação via internet mil vezes potencializada. Diga o que disserem, mas o computador aproximou as pessoas, que muitas vezes estavam distantes, e tinham poucas possiblidades de comunicação. E os "bloguistas" podem então dar asas a sua imaginação e exercitar as suas potencialidades, que terão mais ou menos leitores de acordo com suas possibilidades e capacidades. O meu blog é geral, pois trato de qualquer assunto, moderno, contemporâneo, assuntos atuais, problemas brasileiros e outros tantos.

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Franca, SP, Brazil
Um tanto solitário, introvertido, gosto de viajar,caminhadas e leituras