terça-feira, 4 de maio de 2010

Carta a um namorado(a)

E v i d ê n c i a s


Quem ama sente ciúmes, muito ou pouco não importa, mas sente sim.

Quem deixou de amar já não se importa e deixa o outro

totalmente à vontade, para que ele próprio possa estar também assim.



Quem ama - vez por outra - dá uma patrulhada no território

e delimita as suas fronteiras.

Quem deixou de amar já não fiscaliza, é frio,

controlado e jamais perde as estribeiras.



Quem ama sempre acha tempo e encontra um jeito

para estar com seu amor.

Quem deixou de amar vai postergando sem pressa,

deixando que o vento sopre a seu favor.



Quem ama faz perguntas pessoais e usa muito o pronome "nós".

Quem deixou de amar conversa banalidades

e esquece o significado do advérbio "a sós ".



Quem ama quer saber da vida do outro com detalhes e transparência .

Quem deixou de amar se esquiva e não cobra do outro mais nada,

nem ao menos coerência.



Quem ama é pródigo em e-mails, telefonemas

e com muito carinho dá um jeitinho de marcar presença.

Quem deixou de amar é pródigo em desculpas e pretextos

com os quais passa um verniz para disfarçar a indiferença.



Quem ama é naturalmente fiel

e está sempre voltado às necessidades do outro ser.

Quem deixou de amar só é fiel a si próprio e ao seu bem estar

e já não percebe os danos que causa, querendo ou sem querer.



Quem ama, mas não pode corresponder por imperativos das circunstâncias,

abre o jogo e usa de sinceridade.

Quem deixou de amar não descarta o outro do baralho,

para o caso de uma eventualidade.



Será que neste momento tu amas ou deixaste de amar?

Se já não amas, com certeza irás te calar ou talvez até dizer:

- Face ao exposto, nada tenho a declarar!






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Luiz Antonio de Almeida itens compartilhados

Ocorreu um erro neste gadget
Loading...

Sobre eu e meu blog

Gosto de escrever, não o escrever por escrever, mas até uma necessidade intrínseca de me expressar, de transmitir algo, um pensamento, com ist0 eu possa despertar algo de bom em meus amigos. Muitas vezes mesmo é meu desejo de comunicação, já como disse uma amiga, sou tímido, então a comunicação verbal direta estaria dificultada, então a comunicação via internet mil vezes potencializada. Diga o que disserem, mas o computador aproximou as pessoas, que muitas vezes estavam distantes, e tinham poucas possiblidades de comunicação. E os "bloguistas" podem então dar asas a sua imaginação e exercitar as suas potencialidades, que terão mais ou menos leitores de acordo com suas possibilidades e capacidades. O meu blog é geral, pois trato de qualquer assunto, moderno, contemporâneo, assuntos atuais, problemas brasileiros e outros tantos.

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Franca, SP, Brazil
Um tanto solitário, introvertido, gosto de viajar,caminhadas e leituras