quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

A vida é um sonho.

Às vezes penso que a vida é uma espécie de filme em que ficam gravadas na cabeça da gente, as melhores e as piores lembranças, ou seja, os momentos mais marcantes. Lembro-me quando era bem criança de um evento traumático entre outros que minha casa tinha sido invadido pela água e eu estava encima da cama cercado de água pra todo lado. Daí sonho muito com água e inundações talvez seja este trauma, sabe-se lá. Também me lembro-me de bons momentos da chegada de meu pai que trabalhava na cidade, morávamos na roça, com guloseimas: pão, balas, carne esta ultima minha mãe fritava em fogão de lenha na panela de ferro fazia um barulho danado, me lembro até do pipocar da gordura da carne no fogo e nós esperando o guisado. Quando era interno em colégio, aí então eu já era bem grandinho em torno de 14 anos quando meu pai me retirou do colégio, fui pra casa no quadro de uma grande bicicleta. Carro na época poucos tinham há não ser os muito ricos. E papai havia decidido investir em nossa educação, (sábia decisão). Fico pensando como é misteriosa a mente e seus mecanismos, é uma fronteira da biologia, sabe-se que a física já atingiu praticamente sua fronteira ao revelar a Física Quântica. Que parece ter esclarecido os mecanismos do infinitamente pequeno com uma teoria totalmente diferente de qualquer outra até então aventada que é a “Teoria da Incerteza de Heinsenberg”. Quando se leva em conta o infinitamente pequeno no íntimo da matéria, os mecanismos só são explicados por intricados cálculos matemáticos e probabilísticos chamados de Mecânica Quântica. É uma loucura, pois aí o observador interfere na experiência. Por esta teoria nada é como antes, pois jamais poderemos determinar o local exato de uma partícula subatômica, pois ao tentar determinar o seu local exato ela mudará sua velocidade e não estará mais ali. Só apenas através equações poderemos determinar a probabilidade de tal partícula estar em determinado local. A matéria em ultima instância funciona ora como uma onda de energia ora como uma partícula subatômica. Pois com o cérebro humano a coisa está ainda pior, pois ainda estamos tateando os mecanismos das doenças de origem nervosa que nos afligem. Sabe-se até agora que o cérebro funciona através de mediadores químicos alguns já conhecidos: dopamina, serotonina, adrenalina, etc. Através da RM ou ressonância magnética, alguns mecanismos de regulação do cérebro e do sistema nervoso tem sido elucidados. Alguns aparelhos tiram imagens tridimensionais e a cores e através de uma técnica chama da holografia tem se tirado imagens espetaculares do cérebro funcionando e mudando de cores de acordo com nossas emoções, é realmente fantástico. São bilhões de neurônios que com suas sinapses, parece que são milhares, daí a quantidade de ligações nervosas é praticamente infinita. O nosso cérebro é tão maravilhoso que dá pra viver só com a metade dele, ou seja, um hemisfério. Em um programa de televisão contou-se o caso verídico de uma menina que tinha epilepsia incurável que atingia todo um hemisfério cerebral. Pois para curá-la tinha que se remover todo um hemisfério cerebral, nota-se que a garota já tinha 2 anos de idade, mas milagrosamente recuperou-se desta perigosa cirurgia e após cerca de 1 ano além de estar curada da epilepsia recuperou todos os movimentos e vive hoje normalmente e completamente curada. O cérebro nunca para de fazer ligações e sinapses à medida que o usamos e estamos estudando. De maneira que o exercício do cérebro assim como o dos músculos nunca se detém, só param com a morte. É preciso não deixa-lo enferrujar, usa-lo sempre, principalmente nas atividades mais prazerosas. Esses dias estavam assistindo à TV Escola e lá dizia que para sobrevivermos não precisaríamos de tanto cérebro, ou seja, de tanta massa cinzenta. Só que o homem precisa usar melhor este importante capital ofertado pela natureza e pela evolução.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Luiz Antonio de Almeida itens compartilhados

Ocorreu um erro neste gadget
Loading...

Sobre eu e meu blog

Gosto de escrever, não o escrever por escrever, mas até uma necessidade intrínseca de me expressar, de transmitir algo, um pensamento, com ist0 eu possa despertar algo de bom em meus amigos. Muitas vezes mesmo é meu desejo de comunicação, já como disse uma amiga, sou tímido, então a comunicação verbal direta estaria dificultada, então a comunicação via internet mil vezes potencializada. Diga o que disserem, mas o computador aproximou as pessoas, que muitas vezes estavam distantes, e tinham poucas possiblidades de comunicação. E os "bloguistas" podem então dar asas a sua imaginação e exercitar as suas potencialidades, que terão mais ou menos leitores de acordo com suas possibilidades e capacidades. O meu blog é geral, pois trato de qualquer assunto, moderno, contemporâneo, assuntos atuais, problemas brasileiros e outros tantos.

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Franca, SP, Brazil
Um tanto solitário, introvertido, gosto de viajar,caminhadas e leituras